terça-feira, 18 de junho de 2013

quarta-feira, 12 de junho de 2013

Nem sei o que diga



Eu que já vi um elefante no trapézio e um porco de fato e gravata, confesso que já nada me surpreende.


No tempo da outra senhora havia os lutavam pela liberdade, os que combatiam os que lutavam pela liberdade e os que se faziam passar por combatentes pela liberdade mas eram bufos.
E havia ainda os que, ao mais pequeno aperto, davam com a língua nos dentes e denunciavam os seus camaradas.
Mais tarde apareceram os revolucionários, mais revolucionários que todos os outros que, assim que a curva da estrada apertou, seguiram por outro caminho.
Uns e outros trataram da sua vidinha, nem que para isso tivessem de lixar a vida a muitos outros.
Confesso também que esse tipo de gente me repugna, não me merece qualquer consideração.
São as prostitutas da política.

Carta de Orlando Marques



"Caros Amigos,

Pensei escrever umas palavras acerca do meu apoio à Lista da CDU às eleições Autárquicas de 2013 e para a qual a CDU tem como cabeça de Lista o Mário Pereira.


sábado, 8 de junho de 2013

Todos a luta para derrubar este governo que odeia o povo!


Segunda Guerra Mundial 1942


Stalinegrado (2)
A hora das grandes decisões
Tanto Jukov como Vasilievski sabiam que o Exército Vermelho não estaria em condições de lançar uma contra-ofensiva poderosa e suficiente antes de 15 a 20 de Novembro. Mas sabiam, igualmente, que a Alemanha nazi perdera possibilidades de executar, plenamente, o seu plano estratégico para 1942 porque os recursos disponíveis, após terríveis perdas sustentadas, eram inferiores ao mínimo necessário para tornar exequível a conquista do Cáucaso e da histórica e simbólica Stalinegrado, assim como dos deltas do Dão e do Volga.